Certifique-se de consumir produtos biodegradáveis

consumo de produtos biodegradáveis

Produtos biodegradáveis são feitos de materiais que não agridem o meio ambiente, evitando a poluição do ar, mares e ruas. Hoje existem recursos biodegradáveis para quase tudo o que precisamos: sabão, detergentes, escovas dentais, dentre outros presentes no nosso dia a dia. Portanto, quando for fazer suas compras, certifique-se de consumir produtos biodegradáveis para contribuir para a redução de impactos negativos no nosso planeta azul e, com isso, preservar nossos recursos naturais por muitos e muitos anos.

Por que usar produtos biodegradáveis?

produtos biodegradáveis de saúde bucal

Pequenos gestos do dia a dia são importantes para garantir o futuro do nosso planeta azul. Mas, além de economizar água e separar o lixo corretamente, por exemplo, podemos usar objetos biodegradáveis na nossa rotina, como produtos de higiene bucal. A Dr. Veit Produtos possui uma linha de materiais renováveis que visam a proteção ao meio ambiente, além de produzir embalagens com dicas de atitudes sustentáveis para você aplicar no seu cotidiano.

Conte com os nossos produtos e contribua para o futuro do planeta!

Use o melhor para o planeta e para sua saúde bucal!

produtos para saúde bucal bio Dr. Veit

Uma higiene oral só é realmente eficaz se for acompanhada de produtos de qualidade que prometem uma limpeza profunda e completa. Alinhado a isso, os produtos da linha Dr. Veit são sustentáveis, não agredindo o meio ambiente, para garantir os mais belos sorrisos por muitos e muitos anos.

Você pratica a coleta seletiva?

Quando falamos sobre sustentabilidade, existe um ponto crucial que precisa ser comentado: a coleta seletiva. Mas o primeiro passo é desmistificar essa questão. Afinal, o que é coleta seletiva?

Coleta Seletiva
A Coleta Seletiva é um tipo de coleta diferenciada de resíduos que foram separados dos resíduos comuns, e pode ser feita por um cidadão, empresa ou instituição. Segundo a Política Nacional de Resíduos Sólidos, essa prática já é obrigação dos municípios.

Aqui no Centro de Estudo e Reabilitação Oral Dr. Veit, a preocupação com o meio ambiente é constante e intensa. Por atentarmos a essas questões sustentáveis, tornamos a pratica da coleta seletiva uma rotina importante da qual não abrimos mão.

Ter o respeito com a divisão de coleta não só acelera o processo de reciclagem como também beneficia as pessoas e a sociedade de forma geral.

Como funciona?
O sistema de divisão da coleta seletiva é muito simples: basta descartar lixos como papéis, plásticos, metais e vidro em recipientes separados e realizar o descarte corretamente. Além disso, a maioria desses materiais são reaproveitados pelas grandes indústrias.

Dicas Sustentáveis: Não jogue lixo na rua

Philipp Plein Outlet e f=”jpg”>14520432_1286376448059441_6136759590028944407_n

Quer salvar o Planeta Azul e embarcar neste movimento sustentável? Então fique ligado nos nossos pensamentos.

Por exemplo, educação a gente aprende em casa, mas não custa nada reforçar pequenos detalhes que fazem grande diferença em nosso dia a dia.

Para fazer a sua parte e contribuir para uma cidade mais limpa, não jogue lixo nas ruas para evitar, por exemplo, as inundações. Guarde o seu lixo e deposite-o sempre nas lixeiras mais próximas!

Ouça o programa Sorria Com Dr. Veit

Olá, pessoal. Tudo azul com vocês? Sorrir faz bem para a saúde, e se informar também! No programa Sorria Com Dr. Veit, você pode ficar por dentro de informações sobre a saúde bucal, além de poder tirar as suas dúvidas.

Dicas de como escovar o dente corretamente, alimentos que devem ser evitados por quem Parajumpers Jacka Billigt usa o aparelho, dúvidas e muito mais! Se você deseja esclarecer alguma questão sobre higiene oral, basta ficar ligadinho na programação da SulAmérica Paradiso.

Uma das perguntas feitas foi se existem adultos que usam aparelhos e se sim, o que justificaria este fato. Essa é bem fácil e a gente responde! Cada vez mais podemos observar pessoas de todas as idades com aparelhos ortodônticos por causa das novas técnicas muito mais rápidas e eficientes, além de modelos de aparelhos discretos.

Tem alguma dúvida? Envie para e acompanhe o programa! Dr. Veit vai ao ar de segunda a sexta, às 11h20 e 18h15 e sábados e domingos ao meio-dia na rádio SulAméricaParadiso. Não perca!

Saco de lixo biodegradável como prática sustentável

Vivemos uma época em que é preciso, cada vez mais, pensar de forma sustentável diariamente. Não só isso, mas como, também, influenciar amigos e conhecidos a pensarem dessa mesma forma.

Com a escassez de determinadas matérias-primas e outros problemas, o meio ambiente sofre com as atitudes dos seres humanos. Tendo isso em mente, implementamos uma série de ações sustentáveis para contribuir com o mundo.

Uma dessas ações, que são pensadas cuidadosamente, é a utilização de saco de lixo biodegradável. Essa prática se justifica, pois o processo de decomposição é de dois meses, o que é perfeito para o mundo em que vivemos.

Tal substituição foi feita, pois o saco plástico normal não se dissolve rapidamente, o que prejudica bastante o meio ambiente. Portanto, atente-se às dicas do Dentista Azul e ajude o planeta!

Forro de Telhado Especial

Existem alguns ideais importantes que norteiam o Centro de Estudo e Reabilitação Oral Dr. Veit, e um deles é a preocupação com o meio ambiente e o impacto que a nossa atividade diária causa no lugar em que vivemos.

Por isso, acreditamos que o mundo precisa de mais conscientização em relação à sustentabilidade, principalmente os profissionais que possuem a capacidade de propagar este ideal. Com essa ideia em mente, nós elaboramos o Dentista Azul, uma espécie de manual com mandamentos específicos em prol da causa.

Dentre as dicas e ideias sustentáveis que disponibilizamos no Dentista Azul, destaca-se o Forro de Telhado Especial, que consiste em diminuir e repelir o calor do sol, evitando o uso do ar-condicionado. Desta forma, através de uma solução simples, economizamos energia e salvamos o Planeta Azul. Ser sustentável diariamente é fundamental, por isso convidamos a todos: embarquem nessa caminhada conosco!

Escovas Bio Dr. Veit

Cuidar da higiene oral requer muita atenção, principalmente na hora de escolher a escova de dente ideal, por exemplo. E para assegurar uma escovação correta e apropriada, os produtos da linha Dr. Veit são perfeitos!

Revolucionária, a primeira escova biodegradável do Brasil, lançada na Rio 20, é feita com matéria-prima renovável e ideal para limpezas mais profundas entre os dentes. Além disso, o produto também contribui para o meio ambiente!

Ficou interessado? Você pode encontrar esses e outros produtos da linha Dr. Veit nos supermercados Zona Sul (Zona Sul Atende). Tudo pensado cuidadosamente para todos vocês!

Rio de Janeiro pode fechar todos os lixões em 2014

O secretário do Ambiente do Rio de Janeiro, Carlos Minc, disse, na última sexta-feira (13), que o estado deve ser o primeiro do país a acabar com os lixões, o que está previsto para ocorrer no próximo ano. Ele apresentou, na última sexta (13), o balanço de 2013 do Programa Coleta Seletiva Solidária, da Secretaria de Estado do Ambiente, que reuniu cerca de 180 pessoas, entre representantes de prefeituras, cooperativas de catadores de lixo e agentes ambientais.

“Em 2014 vamos acabar com todos os lixões do estado. Talvez seremos o primeiro estado do Brasil a cumprir a lei, segundo a ministra [do Meio Ambiente] Izabella Teixeira”, adiantou Minc. Segundo ele, no entorno da Baía de Guanabara já foram fechados todos os grandes lixões, citando Itaoca, em São Gonçalo, na região metropolitana; e Babi, em Belford Roxo, e Gramacho, em Caxias, ambos na Baixada Fluminense. “Em matéria de lixão, em seis anos, invertemos de 90% do lixo em lixões para 10%, e os 10% de lixo em aterros, para 90%”, assegurou

De acordo com ele, o Rio de Janeiro deu um grande salto com o fechamento dos lixões e a abertura de aterros sanitários para substituí-los. No entanto, como ocorre segundo ele em todo o Brasil, está atrasado na coleta seletiva e na reciclagem. “Do ponto de vista da reciclagem, nesses mesmos anos, passamos de 1% de coleta seletiva domiciliar para 3%. Ou seja, 95% das residências ainda não fazem a separação e a coleta seletiva”, admitiu Minc.

Durante o evento, foram avaliadas duas estratégias para solucionar o problema da coleta seletiva e reciclagem no estado. A primeira sugestão da secretaria é apoiar os municípios a organizarem a coleta seletiva, dividindo as cidades por bairros, fazendo galpões, organizando a distribuição de material reciclado para as cooperativas e conseguindo transportes.

A outra proposta é apoiar as cooperativas, qualificando os catadores, em parceria com o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai) e o Ministério do Trabalho, porém com recursos e orientação do órgão estadual. Além disso, a secretaria disponibilizaria às cooperativas instrumentos, como compactadores e esteiras.

No encontro, também foi abordada a hipótese das licenças estaduais e municipais concedidas às empresas agregarem uma condicionante ambiental. Nele, as empresas entregariam seu lixo reciclável às cooperativas de catadores, já que esse insumo é vital para a categoria.

O Programa Coleta Seletiva Solidária foi criado em 2011, a fim de assessorar os municípios fluminenses na elaboração, implantação e acompanhamento da coleta seletiva, valorizando a categoria dos catadores de materiais recicláveis. Ao longo desses dois anos, a Secretaria de Estado do Ambiente apoiou ações em 60 prefeituras, qualificando mais de 60 cooperativas de catadores.

“Essas ações estão em curso, mas vimos que é necessário um maior volume de recursos, mais setores das prefeituras envolvidos, orientar as empresas para que forneçam seu resíduo limpo. Essas medidas vão impulsionar para que o resultado da reciclagem atinja outra escala”, explicou Carlos Minc.

Pela Lei 12.305, que institui a Política Nacional de Resíduos Sólidos, após 2014 o Brasil não poderá mais ter lixões, que serão substituídos pelos aterros sanitários. Além disso, os resíduos recicláveis não poderão ser enviados para os aterros sanitários e os municípios que desrespeitarem a norma podem ser multados.