Natal Azul 18 anos!

O Natal Azul chegou ao seu 18º aniversário e, mais uma vez, conseguiu atingir o principal objetivo do nosso projeto que é levar alegria, amor e carinho para mais 2.000 crianças carentes do estado do Rio de Janeiro.

Nesta edição “Vida”, proporcionamos às crianças uma tarde inesquecível, repleta de boas energias, religiosidade, educação, conscientização e patriotismo, e para os colaboradores, muita felicidade e senso de voluntariedade. Um presente para todos os envolvidos que foram tocados pelo compromisso de fazer o bem na vida das pessoas por meio da magia.

A comemoração da nossa maioridade do Natal Azul também contou com a presença dos nossos amigos azuis, como o Dj Matheus Alves, a cantora Perlla, o humorista Smigol, o Lutador Patolino, o Lazão do Cidade Negra, o ator e diretor da peça Cleiton Morais e Renan Rads e sua trupe, entre outros parceiros que somaram juntos, para animar a criançada numa festa cheia energia positiva, lanches e diversão.

Além disso, o Papai Noel Azul, presença essencial nesses 18 anos, levou mais uma vez a sua gigante escova de dentes para incentivar as crianças a adotarem práticas corretas de higiene bucal, o que reforça o compromisso do Grupo Dr. Veit com o futuro do nosso planeta azul.

Tivemos também, como de costume, os mascotes AcquaVeit e o Veitinho participando das brincadeiras para interagir com o público infantil e revelar mais sorrisos! Em nossa festa não faltou felicidade, amor, brincadeiras, educação, muitos presentes e o espírito de solidariedade.

A Família Dr. Veit manteve mais uma vez o entusiasmo e afirmou com convicção que o seu principal compromisso é de transformar vidas por meio de uma experiência mágica. Não é à toa que a edição de 18 anos do Natal Azul leva o nome de edição Vida; a sua principal premissa é enfatizar a valorização de todas as pessoas envolvidas no evento, que compartilham do mesmo sentimento de mudança, troca de boas energias e persistência em acreditar e lutar por um mundo melhor.

É com imenso prazer que dividimos com vocês oficialmente momentos inesquecíveis desse dia tão importante para nós.

Dra. Cynthia Veit explica o modelo Invisalign First® em Fórum de ortodontia invisível

Dra. Cynthia Veit fala sobre Invisalign First®

Neste final de semana, a Dra. Cynthia Veit, referência mundial em ortodontia digital invisível acelerada e primeira e única Emerald Top Doctor do estado do Rio de Janeiro, representou o Brasil no Fórum internacional de ortodontia invisível da @invisalign. Durante o Fórum, a especialista apresentou os novos protocolos do Invisalign® First, aparelho invisível direcionado às crianças e aos adolescentes e que promete ser o primeiro passo em direção ao melhor sorriso desses jovens.

Preparando as crianças para o dentista

Olá, pessoal, tudo azul? Os pais são responsáveis pelas relações dos filhos com os dentistas. Para que as crianças não tenham medo, devem escolher um odontopediatra, visitá-lo previamente e, principalmente, demonstrar uma atitude de incentivo quanto às visitas. Muitas pessoas não gostam de ir ao dentista e acabam passando isso para os filhos. Acompanhe o programa @sorriacomdr.veit, pioneiro na rádio brasileira com dicas de saúde bucal, na Rádio @sulamericaparadiso FM 95.7. De segunda a sexta, às 11h20 e 18h15. Sábados e domingos ao meio-dia.

Odontopediatria

Sabemos que nem sempre levar os pequenos à consultas é tarefa fácil. Por isso, a Clínica Dr. Veit trata seus filhos de uma forma diferente: fazemos uma ação preventiva e proporcionamos uma experiência com muito carinho. Acreditamos que isso influencia nas relações futuras deles com dentistas.

Marque uma consulta: (21) 3234-0238 / (21) 2567-6256.

O Natal Azul é amanhã!

A data mais aguardada da família Dr. Veit está chegando: o Natal Azul 2018 é amanhã! Você ainda pode doar para o nosso evento HOJE. Entre em contato conosco: (21) 3234-0238 ou (21) 2567-6256. Doe também diretamente na Clínica Dr. Veit ou na tenda localizada entre a Rua Haddock Lobo e Av. Melo Matos, na Tijuca.
Veja o vídeo: https://youtu.be/_4LUvE2ZBSo

Um país forte reverencia seus heróis!

 

Um país forte reverencia seus heróis! Uma honra recebermos na Dr. Veit Leblon, esta brasileirinha que nos deu tanto orgulho.

Primeira ginasta brasileira, entre homens e mulheres, a conquistar uma medalha de ouro em uma edição do Campeonato Mundial. Obrigado, Daiane dos Santos, pela confiança! Por todo seu exemplo de força, disciplina, brasilidade, felicidade e energia positiva sempre que representou o Brasil por todo o mundo. O mais lindo é vê-la continuando nos esportes, estimulando nossas novas gerações. Obrigado por aceitar ser uma madrinha do Natal Azul 18 anos de VIDA, estimulando nossas crianças a lutarem por seus sonhos com muita garra! Pois, o amor controi e a atitude transforma.

Idade ideal para usar aparelho ortodôntico

É muito comum alguns pais, preocupados com a beleza do sorriso dos filhos, me perguntam a partir de qual idade eles podem usar aparelho ortodôntico. Não existe uma idade exata para isso, mas nós dentistas costumamos aconselhar o uso de aparelhos só depois dos 11 ou 12 anos. Até essa idade as raízes dos dentes não estão totalmente desenvolvidas, então há o risco da mandíbula ou raízes sofrerem alterações com a interferência do aparelho. Além disso, o uso do aparelho só deve ser feito depois da troca de todos os dentes de leite.

Como identificar problemas de visão nas crianças?

O diagnóstico de doenças oculares na infância é muito difícil, pois é preciso que pais e professores observem qualquer queixa da criança. Para evitar que doenças graves se desenvolvam o ideal é realizar a primeira consulta até os três anos de idade e a segunda visita, entre cinco e seis anos.

De acordo com a oftalmologista Erika Silvino Rodrigues, a primeira avaliação é feita logo após o nascimento, o chamado “teste do olhinho”. Com ele, é possível ver se há algum obstáculo ou alguma opacidade que impeça a entrada de luz no olho. O teste do olhinho pode identificar problemas como catarata congênita, cicatriz na córnea e até mesmo tumores.

— Crianças prematuras com peso inferior a 1500g ou que necessitaram de oxigênio após o nascimento e filhos de mães que tiveram problemas de infecção durante a gestação, precisam fazer exame detalhado da retina (mapeamento de retina), pois há risco de comprometimento da Parajumpers Jacka Billigt visão durante a formação — explica a especialista.

Como identificar os problemas nas crianças?

Até os seis meses, é comum o olho da criança tremer esporadicamente, assim como entortar. Isso porque, nessa idade, a criança não tem a musculatura do olho bem desenvolvida.

— No entanto, se o tremor for constante ou olhinho ficar sempre torto, os pais devem procurar um especialista — afirma Erika.

Além disso, dores de cabeça, vermelhidão nos olhos e o ato de franzir a testa podem ser outros sintomas para sinalizar anormalidades na visão de crianças. Ainda de acordo com a oftalmologista, a falta de interesse dos pequenos por algumas atividades pode ser sinal de algum distúrbio visual. Ao detectar esses sintomas, é possível evitar problemas no desempenho escolar da criança.

As soluções mais indicadas

A redução da visão em um dos olhos dificilmente é notada por pais ou professores. Esta precisa ser diagnosticada precocemente para que possa ser feito estímulo na visão fraca.

— Essa estimulação é realizada por meio da oclusão (tampão) do olho saudável, para que a criança force a outra visão, estimulando a área responsável pela formação da imagem.

Entretanto, crianças acima de cinco anos já apresentam a área responsável pela imagem desenvolvida e por isso é preciso consultar um médico antes dessa idade.

Pais e professores devem ficar atentos. Os principais problemas visuais em idade escolar são a miopia, hipermetropia e astigmatismo, conhecidos como erros de refração que podem ser corrigidos com o uso de óculos. Caso o pequeno necessite do uso de óculos, as visitas ao oftalmologista devem ser feitas entre seis e 12 meses, seguindo sempre a orientação médica.

Criança usando dentadura?

É quase impossível imaginar uma criança usando dentadura, mas em alguns casos realmente é necessário. Os dentes de leite têm papel fundamental no desenvolvimento da face e da arcada dentária da criança. Mas, algumas vezes, em um trauma ou por conta de uma síndrome, os dentes podem ser perdidos precocemente ou demorarem a nascer. Há também dentes tão comprometidos pela cárie que precisam ser extraídos. São nesses casos que os pequenos precisam da prótese.

“A criança se sente incomodada com a falta do dente. Afinal, muitas delas estão na fase do faz de contas, de se identificar com super-heróis e princesas. E que super-herói ou princesa é banguela? Quem não tem dentes e Parajumpers Jacka Billigt são bem feios, geralmente, são as bruxas e os vilões”, diz o odontopediatra, Gustavo Camilo do Nascimento Costa, do blog Tio Dentista.

Para que a dentadura serve

Mas, além da questão estética, há as funções que os dentes teriam na mastigação, deglutição, fala. Com as próteses, é possível restabelecê-las sem que haja prejuízos, que podem ser até nutricionais.

“Sejam elas parciais (para substituir alguns dentes) ou totais (para substituir todos os dentes), as próteses são o último recurso para restaurar a saúde bucal. E, quando bem feitas, cumprem muito bem o seu papel na boca das crianças”, afirma o dentista.

Perto do dentista

Gustavo Costa alerta para a importância do acompanhamento periódico do dentista. “Temos que levar em conta que ela está em fase de crescimento e que – obviamente – os ossos da face também estão crescendo. Portanto, as próteses não podem interferir e nem prejudicar esse processo”, diz.

Assim, é imprescindível cuidar dos dentes de leite dos pequenos. Dessa forma, as chances de precisarem usar prótese diminuem. “Mas tenham a certeza de que, se necessária for, ela vai trazer de volta um sorriso que ficou perdido por aí”, afirma o odontopediatra.

Fonte: Terra Saúde

Escovação das crianças

Para as crianças não esquecerem a higiene oral, crie uma rotina com elas. Escove os dentes com seu filho pelo menos duas vezes por dia, leve-o para comprar uma nova escova a cada três meses e coloque um cronômetro no banheiro, marcando pelo menos três minutos para cada escovação. Ele vai se divertir e lembrar sempre das lições.