Dra. Cynthia Veit explica o modelo Invisalign First® em Fórum de ortodontia invisível

Dra. Cynthia Veit fala sobre Invisalign First®

Neste final de semana, a Dra. Cynthia Veit, referência mundial em ortodontia digital invisível acelerada e primeira e única Emerald Top Doctor do estado do Rio de Janeiro, representou o Brasil no Fórum internacional de ortodontia invisível da @invisalign. Durante o Fórum, a especialista apresentou os novos protocolos do Invisalign® First, aparelho invisível direcionado às crianças e aos adolescentes e que promete ser o primeiro passo em direção ao melhor sorriso desses jovens.

Chupeta e saúde bucal

Isabel Marant Shoes UK

Doces bem-vindos aos dentes

É possível sim comer doces gostosos, que ainda podem fazer bem para os dentes. Se for um doce a base de frutas, poderá além de ajudar na dentição das crianças, manter uma alimentação mais saudável.

A maçã tem uma casca fibrosa e limpa os dentes a cada mordida. Ela tem pouco açúcar, alto teor de fibras e é rica em água, isso a torna uma aliada contra resíduos de alimentos que ficam entre os dentes. Não há contraindicações conhecidas e é uma excelente sugestão de sobremesa ou lanches intermediários.

O morango é uma das melhores opções para quem busca dentes mais brancos e brilhantes, isso porque ele é rico em ácido málico, um adstringente natural que auxilia a diminuir manchas nos dentes, além de ser rico em vitamina C, que ajuda a combater a placa. Além de saboroso, o morango pode ser consumido por todos. De qualquer forma, o doce sendo mais saudável ou não, é imprescindível escovar os dentes dos pequenos depois de comer.

Criança usando dentadura?

É quase impossível imaginar uma criança usando dentadura, mas em alguns casos realmente é necessário. Os dentes de leite têm papel fundamental no desenvolvimento da face e da arcada dentária da criança. Mas, algumas vezes, em um trauma ou por conta de uma síndrome, os dentes podem ser perdidos precocemente ou demorarem a nascer. Há também dentes tão comprometidos pela cárie que precisam ser extraídos. São nesses casos que os pequenos precisam da prótese.

“A criança se sente incomodada com a falta do dente. Afinal, muitas delas estão na fase do faz de contas, de se identificar com super-heróis e princesas. E que super-herói ou princesa é banguela? Quem não tem dentes e Parajumpers Jacka Billigt são bem feios, geralmente, são as bruxas e os vilões”, diz o odontopediatra, Gustavo Camilo do Nascimento Costa, do blog Tio Dentista.

Para que a dentadura serve

Mas, além da questão estética, há as funções que os dentes teriam na mastigação, deglutição, fala. Com as próteses, é possível restabelecê-las sem que haja prejuízos, que podem ser até nutricionais.

“Sejam elas parciais (para substituir alguns dentes) ou totais (para substituir todos os dentes), as próteses são o último recurso para restaurar a saúde bucal. E, quando bem feitas, cumprem muito bem o seu papel na boca das crianças”, afirma o dentista.

Perto do dentista

Gustavo Costa alerta para a importância do acompanhamento periódico do dentista. “Temos que levar em conta que ela está em fase de crescimento e que – obviamente – os ossos da face também estão crescendo. Portanto, as próteses não podem interferir e nem prejudicar esse processo”, diz.

Assim, é imprescindível cuidar dos dentes de leite dos pequenos. Dessa forma, as chances de precisarem usar prótese diminuem. “Mas tenham a certeza de que, se necessária for, ela vai trazer de volta um sorriso que ficou perdido por aí”, afirma o odontopediatra.

Fonte: Terra Saúde

Doação de dente de leite ajuda em pesquisa com célula-tronco

Foi-se o tempo em que o destino do dente era ficar embaixo do travesseiro para ser trocado com a fada por algum dinheiro. Hoje em dia, é necessário conscientizar as crianças sobre a importância da doação dos dentes.

As células-tronco da polpa dos dentes de leite são valiosas para os cientistas. A Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia da USP usa o material para reconstituir neurônios para o tratamento de autismo.

Também no Centro de Estudos do Genoma Humano da USP, testes com animais estudam a regeneração de ossos. Já a faculdade de Odontologia da universidade, estuda a reconstrução do tecido dentário que revolucionaria tratamentos de cáries e periodontites.

Estudo

Os estudantes de odontologia também precisam dos dentes para as aulas. A Faculdade de Odontologia da USP – FOUSP – foi pioneira no Banco de Dentes Humanos e recebe doações de diferentes locais do Brasil. Hoje a coleção é de, aproximadamente, 10 mil peças. “Recebemos entre 40 e 50 dentes decíduos por mês, o ideal seria receber 200”, diz José Carlos Imparato, professor da faculdade e idealizador do banco.

Segundo o professor, um semestre de aula de tratamento de canal, com cinquenta alunos, consome cerca de 450 dentes.

Como doar

Todo dente pode ser doado, seja ele sadio, cariado, amarelado, restaurado, de leite ou permanente. O ideal é guarda-lo no soro fisiológico ou na água destilada. As doações podem ser feitas pelo correio, de qualquer lugar do país. Basta encaminhar as peças para a Faculdade de Odontologia da Universidade de São Paulo – Avenida Professor Lineu Prestes, 2.227, Cidade Universitária, SP, CEP 05508-900. Lembre-se que os dentes devem ser lavados com água e sabão e colocados em sacos plásticos ou em um pote.

Escovação das crianças

Para as crianças não esquecerem a higiene oral, crie uma rotina com elas. Escove os dentes com seu filho pelo menos duas vezes por dia, leve-o para comprar uma nova escova a cada três meses e coloque um cronômetro no banheiro, marcando pelo menos três minutos para cada escovação. Ele vai se divertir e lembrar sempre das lições.

Uma escola no meio da floresta

A escola pública IslandWood, fundada em 1997, foi construída em Seattle, cida de de Washington, para oferecer às crianças norte-americanas uma série de experiências de educação e cidadania que vão além da sala de aula. Erguido numa floresta, o centro de aprendizagem aposta na convivência dos alunos com a natureza não só por meio dos livros, mas também por trilhas, cultivo de alimentos e outras atividades de integração na mata.

Não é à toa que IslandWood tornou-se referência em educação alternativa no mundo inteiro: ocupando uma área de 255 hectares ao ar livre, a escola une o conhecimento teórico adquirido nas salas de aula à floresta, fazendo com que os alunos criem noções multidisciplinares mais amplas e também saiam prontos para a gestão ambiental e da comunidade.

Ao contrário do convencional ambiente escolar da zona urbana, a organização sem fins lucrativos ajuda os estudantes a se conectarem com a natureza, seja por meio de aventuras, como trilhas, ou através da jardinagem e da convivência direta com as árvores e com os bichos. Os alunos também aprendem a preparar receitas saudáveis, com os alimentos cultivados no centro de aprendizagem.

Construída nas redondezas de Bainbridge Island, a escola tem design arrojado e os ambientes internos contam com um plano que é referência em geração de energia solar e eficiência energética. O projeto foi concebido pelo casal Debbi e Paul Brainerd, que se inspiraram nas ideias de aventura na selva sugeridas pelas crianças que moram na região. A escola também oferece um programa de graduação, além de suporte específico para pais e professores.

Cuidando dos dentes de leite

Os primeiros dentinhos do bebê nascem por volta do sexto mês, porém pode haver antecipação para o terceiro ou quarto mês. E desde pequeno é necessário manter uma atenção especial à saúde bucal do seu pequeno.

A higienização da boca e dentes do bebê deve ser feita antes mesmo dos dentinhos apontarem, usando uma dedeira ou gaze embebida em água filtrada que deve ser esfregada delicadamente na gengiva. Após o aparecimento dos primeiros dentinhos, uma escova apropriada com cerdas reduzidas e macias deve ser usada principalmente após as refeições.

Deixe para colocar creme dental somente após ter certeza que a criança já consegue cuspir todo o creme (com aproximadamente 5 anos). Caso contrário, a sua ingestão poderá causar Parajumpers Denali Jacket Dam dores de barriga e manchas irreversíveis nos dentes permanentes devido ao excesso de flúor sistêmico.

Caso o bebê não deixe escovar os dentes, a mãe precisa ter paciência e tentar transformar a escovação em uma brincadeira.

Quarto estágio

Hoje vamos falar da última etapa para ajudar às mamães ajudarem seus pequenos na hora da escovação. Essa última fase equivale à crianças acima de 8 anos.

Crianças a partir dos oito anos de idade usam pasta de dente e escova projetada para uma mistura complexa de tamanhos de dentes – permanentes e de leite.

As escovas mais indicadas para limpeza são com as cerdas massageadoras para os espaços sem dente e extremidade com cerdas mais alongadas para alcançar e limpar os dentes de trás.

Dica para o seu bebê – 2º estágio

Hoje vamos continuar a tratar da saúde bucal do seu pequeno, só que agora no segundo estágio que vai de 2 a 4 anos.

  • A partir dos dois anos a criança deve usar pasta de dente com flúor para evitar as cáries durante o desenvolvimento dos dentes.
  • A pasta Oral-B Estágios protege contra as cáries de modo eficaz com sua fórmula em gel suave e com diversos sabores que agradam as crianças.
  • Supervisione a escovação da criança até ela aprender a escovar corretamente. O recomendado é gastar dois minutos escovando os dentes, prestando bastante atenção naqueles que são os principais responsáveis pela mastigação e nos dentes de trás, que é onde as cáries começam a se formar. Sei que a limpeza dos dentes aborrece as crianças, então deixo aqui algumas idéias para tornar a tarefa um pouco mais divertida:
    • Use escova do tipo da Oral-B 2º Estágio, que é própria para a criança pequena que está aprendendo a escovar e cujos dentinhos estão ainda em crescimento. Seu desenho permite alcançar efetivamente todos os dentes, com sua cabeça estreita e cerdas de padrão simples e um grupo de cerdas mais compridas na extremidade (“Power Tip”).
    • Escove seus dentes ao mesmo tempo, para dar o exemplo. Assim seu filho vai aprender observando e imitando o que você faz.
    • Cante ou coloque para tocar uma musiquinha que ele goste durante os dois minutos de duração da escovação, ou então recite versinhos para distraí-lo.
    • Quando a criança já tem dois anos, os pais precisam começar a pensar muito no impacto dos hábitos de alimentação/nutrição não só sobre a saúde bucal e como sobre sua saúde de modo geral. Para criar bons hábitos, é preciso restringir o consumo de bebidas doces, incentivar o abandono da mamadeira e do copinho com bico e oferecer sempre à criança comida saudável, tanto nas refeições principais quanto nas intermediárias.