Gravidez e saúde bucal

Diversas evidências apontam para a existência de uma relação entre as doenças gengivais e o nascimento prematuro de bebês com peso abaixo do normal.
A causa ainda não é certa, parece que essas doenças aumentam os níveis dos fluidos biológicos que estimulam o trabalho de parto.
Por isso, o melhor conselho que se pode dar a uma mulher que está pensando em engravidar é ir ao dentista e resolver todos os seus problemas bucais, para assim ter uma gravidez mais saudável.
Além disso, durante a gestação seus dentes e gengivas precisam de cuidados especiais. Uma higiene bucal adequada, o uso diário do fio dental, uma alimentação equilibrada e visitas periódicas ao dentista são medidas que ajudam a reduzir os problemas dentários que acompanham a gestação.

Saiba mais sobre o tártaro

O tártaro é a placa bacteriana ou biofilme dental que endurece na superfície dos dentes, podendo também se formar Calzoncillos Ralph Lauren sob a gengiva e irritar os tecidos gengivais.

O tártaro permite que a placa bacteriana tenha um espaço maior e mais propício ao seu crescimento, o que pode levar a problemas mais sérios como a cárie e gengivite.Além disso, ele também é um problema estético.Por ser poroso, ele absorve as manchas com mais facilidade.

Ao contrário da placa bacteriana que é uma película incolor, o tártaro é uma formação mineral facilmente visível – se estiver acima do nível da gengiva. O sinal mais comum é uma cor marrom ou amarela nos dentes na região da margem gengival. Só o dentista pode diagnosticar e remover o tártaro.

Para evitar este problema, o mais indicado é uma escovação correta – especialmente se feita com a ajuda de um creme dental antitártaro– e o uso do fio dental. Depois que o tártaro se forma, apenas o dentista pode retirá-lo dos dentes. O processo de retirada do tártaro, feito com instrumentos especiais, é conhecido como “raspagem”.

Passo a passo para acabar com a gengivite

Gengivite – uma inflamação da gengiva – é o estágio inicial da doença da gengiva e a mais fácil de ser tratada. A causa direta da doença é a placa bacteriana.

E se você quer se livrar de vez da gengivite, siga os seguintes passos:

1 – Realize uma boa higiene bucal quando acordar, após o almoço e principalmente antes de dormir.
2 – Não deixe de usar uma escova dental de boa qualidade, pasta de dente e fio dental em todas as vezes que for realizar a higiene bucal.
3 – Não substitua nenhum dos itens acima por qualquer outro produto, tais como os enxaguantes bucais e escovas interdentais. Estes podem e devem ser usados em muitas ocasiões como complementos, mas não como substitutos.
4 – Em caso de sangramento na gengiva, não suspenda o uso do fio dental. Marque uma consulta e peça a orientação de seu dentista.

Placa Bacteriana

A placa bacteriana é formada por uma camada de bactérias, saliva e restos de alimentos aderidos à superfície dos dentes. Ela é a causa das cáries, gengivite, tártaro e doença periodontal.

Caso a placa não seja removida diariamente com escovação e higienização corretas, ela endurece e forma o tártaro.

Todo mundo tem placa bacteriana, pois as bactérias estão sempre em nossa boca. A placa bacteriana causa cáries quando os ácidos produzidos por ela atacam os dentes, isso acontece após as refeições. Sofrendo esses ataques repetidamente, o esmalte dos dentes pode se desfazer, permitindo a formação de cáries. Além disso, a placa acumulada pode causar gengivite, periodontite e até perda de dentes.

Por isso, fique atento, escove os dentes e passe fio dental a cada refeição. Visite regularmente seu dentista.

Uma boa alimentação, para dentes mais saudáveis

A alimentação incorreta pode causar gengivite e cáries. Comidas que possuem um teor elevado de carboidratos, açúcares e amidos contribuem bastante para a produção de ácidos que formam a placa bacteriana que ataca o esmalte dos dentes. Com o passar do tempo, esses ácidos destroem o esmalte, formando a cárie.

Mas caso você tenha que ingerir alimentos com muito açúcar e/ou amido, consuma-os durante as refeições e não entre elas. Procure evitar alimentos que grudem nos dentes, eles também podem aumentar a formação da placa.

Mau hálito

Apesar das pessoas acreditarem que o mau hálito tem sua origem em doenças estomacais, em 90% dos casos o problema está na boca mesmo. Assim como a maior parte das doenças bucais, o mau hálito é provocado por falta de higienização, principalmente da língua. Se a sua língua possuir uma camada esbranquiçada, é possível que haja saburra lingual, bactérias acumuladas que liberam enxofre, o principal responsável pelo odor desagradável.
A prevenção da saburra é simples,só precisa escovar sempre os dentes, usar o fio dental e limpador de língua, beber bastante água e evitar tabaco e bebidas alcoólicas.

Sustentabilidade no local de trabalho

Muita gente passa boa parte do dia dentro de um escritório, mas nem sempre adota práticas sustentáveis no local de trabalho, mesmo quando essas práticas são utilizadas em casa. Por isso, separamos algumas dicas para quem quer ser sustentável também no ambiente de trabalho:
Lixo
Separe todo o material que possa ser reciclado e destine-o ao posto de coleta mais próximo. Alguns sites localizam rapidamente esses postos.
Cafezinho
Leve a sua caneca. Evite copos descartáveis, assim você diminui a produção de lixo.
Impressão
Imprima apenas em último caso e, sempre que possível, use os dois lados da folha.
Outra dica é adotar como fonte padrão a Ecofont, desenhada com buracos nas letras, o que gera uma redução de até 25% de tinta. A criação é da SPRANQ, uma agência de comunicação da Holanda.
Cartões de visita ecológicos
Os cartões de visita são uma parte importante da identidade da empresa. Caso não seja possível abolir seu uso em favor da comunicação digital, priorize a utilização de papel reciclado ou papel com certificação FSC para os seus cartões e para o material de papelaria (papel timbrado, envelopes e outros). Isso agrega valor à sua marca, mostrando preocupação socioambiental.

Clareamento dental

O clareamento pode ser realizado tanto pelo seu dentista, quanto por você, em casa, com um sistema fornecido pelo seu dentista. Ambos os métodos utilizam um gel branqueador que oxida as manchas. Durante esse processo, é natural que seus dentes fiquem um pouco mais sensíveis.

Clareamento feito no consultório

É um procedimento que demora de 30 minutos a uma hora por visita e requer algumas consultas para que o resultado ideal seja atingido.
Para proteger sua boca, uma substância em gel é aplicada em sua gengiva e um protetor de borracha é colocado em volta do colo dos dentes.A solução branqueadora é então aplicada.
Em alguns consultórios, uma luz especial é utilizada em intervalos de cinco minutos para ajudar a ativar o agente clareador.

Clareamento feito em casa

O clareamento feito em casa é um procedimento muito comum hoje em dia. A partir de um molde de seus dentes, o dentista prepara um suporte sob medida (moldeira), que você preenche com o gel branqueador e utiliza por duas horas diárias, por cerca de duas semanas.

Quando feito sob a supervisão de seu dentista, o tratamento em casa é bastante eficaz.

Como manter meu novo sorriso branco?

  • Use creme dental branqueador para remover manchas e prevenir o amarelamento dos dentes;
  • Escove ou enxágue os dentes imediatamente após consumir alimentos ou bebidas que possam manchá-los.
  • Durante o tratamento, use um canudo para consumir bebidas que possam manchar os dentes, como por exemplo: café, chá, refrigerantes e vinho tinto;
  • Verifique se seus dentes necessitam de retoque. Dependendo do método de clareamento usado, um retoque após seis meses, um ano ou dois pode ser necessário. Caso você fume ou beba muito café, talvez precise fazê-lo com mais frequência.
  • Previna-se da sensibilidade dentinária usando um creme dental para dentes sensíveis antes de após o tratamento. Colgate® Sensitive Pro-AlívioTM oferece alívio instantâneo e duradouro da hipersensibilidade dentinária.

Gengivite e Periodontite

O uso frequente e correto do fio dental e a escovação adequada são fundamentais para evitar problemas na gengiva. Uma limpeza incorreta Parajumper Svart dos dentes pode causar doenças como a gengivite e periodontite.

Essas doenças são causadas por uma placa incolor que adere às superfícies dos dentes. Nelas estão as bactérias encontradas na flora bucal.

A gengivite é uma inflamação na gengiva causada pela liberação das toxinas das bactérias encontradas na placa dental. Ela causa sangramento gengival e altera a cor rósea de suas gengivas para vermelho.

A periodontite nada mais é do que um estágio mais grave da gengivite. Ela causa o comprometimento das estruturas de suporte dos dentes. O problema provoca mau hálito, retração gengival e até perda dos dentes.

Ambas as doenças atingem tanto jovens quanto adultos, tendo como fator principal para seu aparecimento a falta de uma higiene adequada dos dentes.

Os tratamentos indicados são: controle da placa dental, remoção de tártaro, alisamento das raízes dos dentes e ida ao dentista a cada três ou seis meses. Em casos mais graves de periodontite é recomendado o tratamento cirúrgico.

Cuidados com o aparelho ortodôntico