Hortas comunitárias se multiplicam nas comunidades do Rio

Desenvolvimento socioeconômico, segurança alimentar, aumento da capacidade de infiltração da água no solo, conservação da biodiversidade e diminuição do efeito estufa e da poluição. Estes são alguns dos benefícios da pequena horta comunitária no Morro da Formiga, na Tijuca, zona norte do Rio de Janeiro.

Sem placa ou aviso, o portãozinho de madeira na subida do morro passa despercebido para quem não é da comunidade. Mas o entra e sai de moradores mostra que a popularidade da horta dispensa propagandas. A moradora Márcia Cristina Alves dos Santos passa pela horta três vezes por semana pela manhã, para comprar verduras. “Compro couve, alface e almeirão. É bem mais fresquinho do que no supermercado. Não tem comparação”, comenta a diarista.

O coordenador da horta, Orlando de Almeida Ribeiro, 66 anos, conhecido pela comunidade como “Português” mostra orgulhoso a alface crespa, couve, o almeirão, aipim, mamão, cheiro-verde e a abobrinha. “Tudo sem agrotóxico”, garante. “Cobramos pouquinho, o molho da alface custa R$1, por exemplo. O que mais fazemos aqui é a doação”, conta o coordenador que trabalha na horta há seis anos. “Acho que doamos para 20 famílias, além da escola e creche que temos na comunidade”.

Existem 30 hortas com este perfil espalhadas pela cidade, fruto do projeto Hortas Cariocas, criado há seis anos pela prefeitura, com o objetivo de incentivar a prática da agricultura urbana e oferecer gêneros alimentícios de qualidade a custo acessível, sobretudo nas comunidades pobres.

O projeto determina que metade da produção dos alimentos seja obrigatoriamente doada para as escolas do bairro e às famílias com maior vulnerabilidade social, indicadas pela Associação dos Moradores. A outra parte pode ser comercializada pelas equipes e o lucro é dividido entre os beneficiários.

Para o idealizador e gestor do projeto, Julio César Barros, da Secretaria de Meio Ambiente, nesses oito anos de trabalho é possível afirmar que as hortas têm reduzido os índices de ocupação irregular de terrenos ociosos, elevando os níveis de inclusão social, além de propiciar  aos moradores da comunidade alimentação livre de transgênicos e agrotóxicos.

“O projeto vem ganhando corpo. Este trabalho é uma parceria entre o poder público e a comunidade. O resultado tem sido positivo,uma vez que o beneficiário é a comunidade. Hortas Cariocas está “deselitizando” o consumo de alimento orgânico e contribuindo para a formação da política de segurança alimentar da cidade ”, disse o agrônomo.

Fonte: Ciclo Vivo

3 cereais que podem fortalecer o organismo e combater doenças

Ter uma alimentação saudável é a receita mais eficiente para a longevida Parajumpers Denali Jacket Dam de . Existem grãos e cereais que possuem papel fundamental para uma dieta balanceada e ainda refletem em benefícios diretos em diferentes áreas da saúde. O CicloVivo separou três exemplos e a influência que eles podem exercer no corpo humano.

Aveia

A aveia é um cereal bastante comum no Brasil. Por sua popularidade, ela também possui preços acessíveis. Mas, além dos benefícios econômicos que este alimento oferece, seu principal destaque é o bem que ele pode render ao organismo.

Este cereal é altamente recomendado por nutricionistas por sua versatilidade e funcionalidade. Ele é rico em fibras, o que ajuda a controlar os níveis de açúcar no sangue. Portanto, é ideal para os portadores de diabetes. A aveia também reduz o colesterol e as vitaminas, minerais e proteínas contidas em sua formação ajudam a manter o corpo protegido de infecções, por ativar as células de defesa.

Como consumir: A aveia pode ser consumida de Golden Goose Femme Soldes diversas formas. O ideal é que sejam ingeridas, ao menos, três colheres dos Golden Goose Running Soldes flocos, farelo ou farinha. Ela pode ser misturada a outros alimentos, como frutas, leite ou vitaminas.
Granola

A granola é uma mistura de diversos cereais e já se tornou item constantemente Golden Goose Slide Soldes presente na dieta dos brasileiros. O fato de mesclar diferentes elementos potencializam ainda mais seus benefícios, as receitas da granola variam e podem conter: aveia, linhaça, gérmen de trigo, cevada, flocos de milhos, além de castanha, amendoim, frutas secas e outras coisas.

Esse misto de grãos ajuda a controlar o intestino, oferecer saciedade, combater o envelhecimento – devido às propriedades Golden Goose Francy Pas Cher antioxidantes – entre outras coisas. Diante de todos esses benefícios, vale lembrar que o ideal é optar por granolas sem açúcar e o consumo deve vir acompanhado de uma boa Golden Goose 2.12 Femme hidratação.

Como consumir: Assim como a aveia, a granola pode acompanhar diversas frutas. Ela também pode ser misturada ao iogurte natural, complementando um dos lanches diários.

Novo método transforma sacolas plásticas em material valioso

Pesquisadores da Universidade de Parajumpers Jacka Kodiak A delaide, na Austrália, encontraram uma forma de transformar sacolas plásticas usadas em um material altamente valioso. A proposta seria uma opção para reaproveitar esse resíduo que permanece na natureza durante anos.

A ideia consiste em produzir nanotubos de carbono a partir dos sacos plásticos. Os nanotubos são pequenos cilindros de átomos de carbono com o diâmetro dez mil vezes menor do que o de um fio de cabelo. Este material é altamente resistente, sendo cem vezes mais forte que o aço e seis vezes mais leve.

Os nanotubos de carbono são usados em diversas áreas industriais, como a criação de equipamentos eletrônicos, esportivos, baterias de longa duração, dispositivos de detecção, turbinas eólicas, entre outras áreas da pesquisa e desenvolvimento. No entanto, os processos tradicionais de fabricação são altamente complexos, o que faz com que a produção seja muito pequena.

A pesquisa australiana tende a modificar este setor. “Em nosso laboratório nós desenvolvemos um método novo e simplificado de fabricação com dimensões e formas controláveis, usado um produto de resíduos como fonte de carbono”, explicou o professor Dusan Losic, um dos coordenadores da pesquisa, ao Science Daily.

A ideia partiu de uma estudante de doutorado e surge como uma solução econômica e ambiental para um problema grave, que é a poluição gerada pelas sacolas plásticas. “Inicialmente era utiliz Isabel Marant Shoes ado o etanol para produzir nanotubos de carbono. Mas, meu aluno, Tariq Altalhi, tinha a ideia de que qualquer fonte de carbono deveria ser utilizável”, esclareceu o professor.

O processo que utiliza os resíduos plásticos como matéria-prima é muito mais simples que o modelo atual, o que deve baratear e tornar a produção mais eficiente. Além disso, o sistema é catalisador e solvente, isso significa que os resíduos de plástico podem ser utilizados sem gerar compostos tóxicos.

Fonte: Ciclo Vivo

Conheça a doença que faz desenvolver mais de 200 dentes

Um menino de 17 anos teve 232 dentes extraídos de sua boca, na Índia. A operação, que durou sete horas, foi para combater um odontoma composto, tipo de tumor benigno que, em uma única cavidade da gengiva, são formados vários dentes. Essa doença, que é considerada uma malformação nos tecidos dentários e, normalmente, não apresenta sintomas.
No entanto, segundo informações da rede britânica BBC, Ashik Gavai, o garoto indiano, chegou ao consultório com um inchaço na mandíbula do qual já se queixava há meses. Ainda segundo a publicação, acredita-se que o inchaço se deu porque o número de dentes encontrados dentro do tumor era “exorbitante”. De acordo com a literatura medica, até então só havia casos de odontoma onde se extraíram, no máximo, 37 dentes.

Tipos e grupos afetados

“Os tumores do tipo composto são caracterizados por vários dentículos (dentes pequenos) envolvidos por uma massa de tecido fibroso”, diz Alessandro Silva, mestre e especialista em Cirurgia e Traumatologia Buco-Maxilo-Facial pela UNICAMP.

O grupo mais afetado por essa doença é o das mulheres, crianças e adolescentes. Por serem, na maioria das vezes, assintomáticos, esses tumores podem ser identificados quando o dente não nasce, por conta de posição anormal dos dentes ou em radiografias de rotina.

E, embora seu tratamento seja relativamente seguro, os especialistas ainda não sabem ao certo porque uma pessoa o desenvolve. “A sua origem é desconhecida, mas acredita-se que algum distúrbio na época da formação dos dentes como traumas, infecções, ou pressões podem transformar alguns desses dentes nessa massa tumoral”, afirma Alessandro.

A pessoa que desenvolve o odontoma deve recorrer a cirurgia. “O tratamento do tumor deve ser sua total remoção cirúrgica, sendo raros os casos de retorno da doença”, diz o dentista. Normalmente o maior problema envolvendo a presença desses tumores é a fragilidade dos ossos atingidos, que ficam mais suscetíveis a fraturas. Outro agravante é que o tumor pode atrapalhar a erupção dos dentes vizinhos às lesões. “Mais um motivo para a cirurgia, pois a remoção desses tumores pode proporcionar o retorno à normalidade da região”, diz o especialista.

Fonte: Saúde Terra