Alimentos que não acrescentam calorias ao organismo e ainda ajudam a emagrecer

Muito se fala sobre os alimentos com calorias negativas, ou seja, aqueles que têm calorias, mas o organismo gasta mais energia para digeri-los do que aquelas que foram ingeridas. A pessoa, portanto, perderia calorias da melhor maneira possível: comendo.

A nutricionista Laís Coelho, da Natue, explica que ainda não existem estudos que comprovem esse fato, portanto não se pode cientificamente afirmar a existência deles, mas, na prática, alguns alimentos realmente causam esse Barbour Jacka Rea efeito de emagrecer comendo.

“Pode-se dizer que são alimentos que não acrescentam calorias ao organismo, auxiliando assim no emagrecimento”. Mas há uma ressalva quanto à nomenclatura: “Todo alimento apresenta um valor energético no nosso organismo, já que necessitamos das calorias provenientes dos alimentos para o fornecimento de energia. Sendo assim, não é ideal denominar os alimentos como ‘calorias negativas’, por mais que alguns deles exijam um gasto calórico maior para serem metabolizados”, explica Laís.

Na lista dos que no resultado final não acrescentam calorias a mais no corpo entram as frutas e verduras, além das carnes magras. “Além disso, existem também alguns alimentos com ação termogênica, ou seja, são capazes de acelerar o metabolismo, aumentando o gasto energético e ajudando a emagrecer, como o chá-verde, café verde, óleo de cártamo e óleo de coco, entre outros”, conta.

Embora causem esse efeito interessante para quem busca perder uns quilinhos, incluir esses alimentos na dieta é importante até para quem não precisa se preocupar em manter a forma. “São benéficos à saúde, e devem ser incluídos na alimentação diária com os outros grupos alimentares”, recomenda.

Na “lista do bem” entram alimentos como mexerica, espinafre, vagem, laranja, maçã, melão, melancia, rúcula, chuchu, cenoura, brócolis, pepino, entre outros.

Mas abusar deles não faz bem. “Assim como a falta, o excesso também pode ser ruim”, explica a nutricionista. Ela recomenda que a pessoa siga uma alimentação equilibrada, ou seja, composta pelos mais variados tipos de alimentos, incluindo cereais, leguminosas, carnes, frutas, verduras e legumes, Além disso, a pratica de atividade física é essencial para quem busca uma vida mais saudável.

Sopas com menos de 220 calorias para não engordar no inverno

Cuidado com as calorias da sopa. “Um creme feito à base de leite integral, margarina, manteiga e queijos gordurosos, por exemplo, pode conter até 300 calorias”, alerta a nutricionista Juliana Guedes Simões Gomes, gerente de Gastronomia do Hospital do Coração (HCor).

Se vier acompanhado com fatias de pão, torradinhas ou croutons, então, o consumo calórico pode dobrar e o que era para ser uma refeição leve vira um peso a mais na consciência – e na balança.

Para ajudar a evitar isso, a nutricionista preparou três receitas de sopa, com menos de 220 calorias para aquecer no inverno sem engordar. Veja a seguir uma galeria de imagens com os ingredientes que compõem cada uma e, mais abaixo, como prepará-las.

Sopa de abóbora

Em uma panela aqueça 3 colheres de sopa de azeite e refogue a cebola, em seguida acrescente o alho. Assim que estiver dourado acrescente a abóbora, misture bem e acrescente a água e o sal. Deixe cozinhar por 20 a 30 minutos ou até que a abóbora esteja bem cozida. Bata no liquidificador. Despeje a sopa de volta à panela, deixe ferver. Enquanto isso, em uma frigideira, aqueça 1 colher de sopa de azeite salteie o tomilho picado por alguns segundos e adicione à sopa. Misture bem e desligue o fogo. Com o fogo desligado, acrescente o queijo cortado em cubinhos.

Sopa de legumes

Em uma panela aqueça o azeite, refogue a cebola e em seguida acrescente o alho. Assim que estiver dourado acrescente as rodelas de cenoura, refogue nos temperos e adicione a água e o sal. Deixe ferver, acrescente a vagem e por último as rodelas de abobrinha. Deixe cozinhar até que os legumes estejam macios, mas sem desmanchar. No liquidificador bata metade da quantidade de legumes cozidos com a água do cozimento. Volte para a panela e deixe ferver. Para o pesto de ervas misture o azeite e as ervas e adicione à sopa antes de servir.

Sopa de feijão

Em um Philipp Plein Pas Cher recipiente deixe o feijão de molho em 1 litro de água quente por 30 minutos. Despeje o feijão com a água em uma panela de pressão, acrescente mais 1 litro de água quente e deixe cozinhar por aproximadamente 35 minutos ou até que esteja bem cozido. No liquidificador bata metade dos grãos, volte para a panela e reserve. Em outra panela, aqueça o azeite, doure a cebola e o alho adicione a carne, e deixe cozinhar por aproximadamente 15 minutos. Em seguida cozinhe os legumes até ficarem macios. Acrescente a carne com os legumes cozidos ao feijão, adicione o sal, misture e deixe ferver. Finalize com salsa picada.

Fonte: Ig

Como prevenir doenças respiratórias no inverno

O inverno chegou e com ele se instala um ambiente favorável para doenças como gripe, faringite, resfriados e pneumonias. O infectologista Bráulio de Mello Araújo, do Hospital Geral de Pirajussara, alertou para algumas medidas de prevenção, entre elas, não fumar ou se expor à fumaça e poeira, ficar em locais arejados, lavar sempre as mãos, cobrir boca e nariz com as mãos ao espirrar ou tossir, respirar sempre pelo nariz e trocar a roupa de cama com frequência.

Segundo ele, a proliferação dessas doenças é reforçada no inverno pois as pessoas permanecem mais tempo em ambientes fechados, sem ventilação, onde as bactérias ficam concentradas. São medidas simples, mas que na opinião do médico fazem toda a diferença. Respirar pelo nariz, por exemplo, faz com que o ar seja filtrado e o corpo aquecido; lavar as mãos, principalmente, após higiene nasal, impede o acumulo de bactérias.

Pessoas que já possuem problemas respiratórios, como bronquite, asma ou sinusite devem ficar longe de bichos de pelúcia, tapetes e outros objetos acumuladores de pó. Para garantia de um sistema imunológico saudável, Araújo ainda alertou para alimentação saudável e hidratação. “Ela deve ser balanceada, com sopas e caldos ricos em verduras e legumes. As frutas são essenciais, principalmente as que contêm vitamina C, pois ajudam a prevenir gripes e resfriados”, disse.

Fonte: Saúde Terra

Caixas de papelão são transformadas em mochilas e carteiras na Índia

Caixas de papelão reciclado têm ajudado a melhorar a educação em comunidades carentes da Índia. O projeto, idealizado pela ONG Aarambh, transforma o material reaproveitado em carteiras, que auxiliam a elevar o aprendizado das crianças.

Nas escolas rurais da Índia, assim como acontece em muitas outras regiões afastadas em diversos países, as escolas não possuem a estrutura adequada para que seus alunos estudem de maneira confortável. A falta de cadeiras e mesas é constante e isso dificulta o aprendizado.

Diante deste problema, e tendo ainda mais dois agravantes: o fato de os estudantes normalmente nem terem condições financeiras para comprar mochilas e a necessidade de encontrar uma alternativa para as embalagens de papelão descartadas, a organização criou uma mochila que se transforma em carteira.

A ideia é simples. As caixas de papelão doadas por estabelecimentos comerciais são colocadas em uma máquina de corte e depois é necessário apenas fazer as dobras nas marcações.

Os alunos podem usar a bolsa para carregar o material escolar até a sala de aula e lá, basta desmontá-la e fazer o segundo tipo de encaixe que a caixa se transforma em uma pequena mesa. A opção melhora a postura dos alunos, reduz o cansaço físico e permite maior aproveitamento intelectual. Cada uma das mesas, apelidadas de Help Desk, custa apenas 50 centavos. Os baixos gastos Nike Free 5.0 Tr Flyknit Training Shoes tornam o projeto ainda mais atrativo e replicável em outras localidades.

Assista ao vídeo:

Fonte: Ciclo Vivo

Muito cansaço? Veja 10 hábitos para acordar mais disposto

Cansado de acordar cansado dia após dia? Você não está sozinho. Se as responsabilidades e obrigações costumam atrapalhar o sono, há boas notícias: alguns hábitos causam um enorme impacto nos níveis de disposição e te deixarão muito melhor. Confira a lista feito pelo site Pop Sugar:

Pela manhã

1) Nada de soneca
Programar inúmeras sonecas de poucos minutos no despertador faz que seja ainda mais difícil levantar da cama e atrapalha sua disposição sugando boa parte da energia do dia. A melhor alternativa é programar o despertador de maneira consciente em um horário que possa levantar sem precisar tirar mais um cochilo.

2) Beba logo um copo de água
Beber água ajuda o corpo a manter seu melhor desempenho e, se a hidratação for a primeira coisa da manhã, irá ajudar muito o sistema digestivo, além de energizar. Por isso, deixar um copo de água ao lado da cama e bebê-lo assim que abrir os olhos é fundamental.

3) Escolha o café da manhã certo
Comer um café da manhã satisfatório dá a energia e os nutrientes que o corpo precisa para se manter bem durante a manhã. Segundo especialistas, a refeição deve conter carboidratos, proteínas e fibras. “Isso ajudará a balancear o nível de açúcar e o dia será melhor”, explica a nutricionista Melissa Costello.

4) Faça exercício
Começar o dia se exercitanto é uma das melhores coisas para energizar o corpo antes de ir para o trabalho. Além disso, praticar atividades pela manhã queima mais calorias e oferece mais resistência.
Durante a tarde

5) Tome um pouco de ar
Ficar horas seguidas sentado em frente ao computador causa inchaço e faz a concentração ir para o espaço, por isso tire um intervalo, tome um ar fresco, alguns raios de sol e faça uma caminhada curta. Pode parecer um luxo fazer isso, mas você com certeza voltará com mais energia.

6) Beba chá verde
Troque o café pelo chá verde durante a tarde. Ele trará mais benefícios para seu corpo e não irá interferir na qualidade do seu sono à noite.

7) Organize seu espaço de trabalho
Quando a mesa no escritório parece uma zona de guerra, olhar para aquilo pode causar mais estresse e cansaço. Por isso, limpe o organize este espaço com frequência porque um ambiente mais zen e calmo vai trazer mais relaxamento e produtividade.

Coma um lanche
Faça uma refeição pequena no meio da tarde, mas nada de bolachas e coisas desse tipo. Escolha alimentos que dêm energia ao seu corpo, como castanhas, por exemplo. É importante não sentir fome durante o trabalho.
Durante a noite

8) Abandone a saideira
Por mais que o dia tenha sido cansativo e uma taça de vinho ou cerveja seja perfeito, evite o álcool. Ele pode atrapalhar o ciclo natural do sono e fazer com que se sinta exausto na manhã seguinte. Se está enfrentando problemas para dormir, é melhor abandonar os drinques definitivamente.

9) Desligue os aparelhos eletrônicos
Deixar celular, televisão e tablet ligados durante a noite atrapalha o sono e, consequentemente, te deixará mais cansada de manhã. Antes de dormir, desligue tudo que estiver ao alcance e, caso queira ler, prefira os livros convencionais. É importante também deixar de ficar checando o Instagram e o Facebook pelo celular porque a luz dos aparelhos influencia negativamente a qualidade do sono.

10) Vá cedo para a cama
É óbvio, mas dormir cerca de sete horas ainda é a melhor maneira de acordar disposta no dia seguinte. Então, esqueça aquela história de assistir só mais um episódio no Netflix e ler só mais um capítulo do livro. Faça as contas do horário que precisa levantar da cama e programe-se para dormir.

Fonte: Saúde Terra

Alimentação saudável na gravidez

Uma alimentação saudável durante a gravidez é muito importante para o seu bebé crescer e desenvolver-se. Por dia, deve consumir cerca de 300 calorias a mais do que antes de engravidar.

Apesar das náuseas e vômitos durante os primeiros meses de gravidez tornarem esta tarefa difícil, deve tentar manter uma dieta equilibrada e ingerir vitaminas pré-natais. Segue-se uma lista de algumas recomendações para manter o seu bebé saudável durante a gravidez:

Objetivos para uma Alimentação Saudável durante a Gravidez:

● Coma uma variedade de alimentos de modo a conseguir obter todos os nutrientes que precisa. As doses recomendadas incluem 6-11 porções de pão e cereias, 2-4 porções de frutas, 4 ou mais porções de legumes, 4 porções de lacticínios, e 3 porções de fontes proteicas (carne, aves, peixe, ovos). Consuma doces e gorduras de forma moderada.

● Escolha alimentos enriquecidos em fibras, como pão, cereais, massas, arroz, fruta e legumes.

● Assegure-se que obtém vitaminas e minerais suficientes na sua dieta diária. Os suplementos vitamínicos prénatais são uma excelente ajuda e deve tomá-los através de receita médica.

● Coma e beba pelo menos 4 porções de produtos lácteos e enriquecidos em cálcio por dia, como forma de conseguir 1000-1300 mg de cálcio durante a gravidez.

● Coma cerca de 3 porções de alimentos ricos em ferro, de forma a obter 27 mg de ferro diariamente.

● Escolha, pelo menos, uma boa fonte de vitamina C por dia, como laranjas, toranjas, morangos, papaia, bróculos, couve-flor, tomates ou pimentos. As mulheres grávidas necessitam de pelo menos 70 mg de vitamina C por dia para uma alimentação saudável.

● Escolha uma boa fonte de ácido fólico por dia, como legumes de cor verde, bovinos e leguminosas (feijão preto, ervilhas, etc). Todas as mulheres grávidas precisam de 0.4 mg de ácido fólico por dia par ajudar a prevenir defeitos e malformações como a espinha bífida.

● Escolha pelo menos uma boa fonte de vitamina A em dias alternados. As fontes de vitamina A são cenouras, abóboras, batata doce, espinafres, beterraba, damasco e melão. Atenção: uma ingestão excessiva de vitamina A (

Atividade física pode ser insuficiente para vida saudável

O hábito de frequentar a academia ou de realizar caminhadas periódicas durante a semana pode não ser suficiente para uma vida saudável quando associado a hábitos sedentários durante o restante do dia, como passar longos períodos sentado.

O alerta, dado pela médica especialista em reabilitação e assessora do Programa Agita São Paulo, Sandra Matsudo, em entrevista à Agência Efe, se aplica à necessidade de manter o que Matsudo chama de “balanço energético”.

“Academia é bom, vai melhorar o condicionamento, mas é preciso lembrar de diminuir o comportamento sedentário nos outros dias em que não se está na academia”, alerta Sandra Matsudo.

A especialista destaca que a população não sedentária pode ser dividida em duas categorias: de atividade física moderada (que realiza caminhadas pelo menos 5 dias da semana 30 minutos por dia) e as de atividade física vigorosa (frequentadores de academia com treinos mais intensos).

Segundo ela, as recomendações para cada perfil são diferentes, variando de 75 minutos semanais para as atividades mais intensas até 150 minutos semanais para as atividades mais moderadas.

No entanto, Matsudo alerta que estas indicações se referem ao “mínimo que uma pessoa precisa para garantir saúde e minimizar o risco das doenças crônicas” e que é preciso estender essa atividade para o dia a dia.

Ainda de acordo com Matsudo, muitas pessoas acreditam que, por terem cumprido essa carga horária, não precisam realizar mais nenhuma atividade no resto do dia ou no resto da semana.

“É preciso lembrar que o tempo que passamos sentados é um fator de risco independente do que façamos em termos de atividade física”, ressalta a médica, destacando que, guardados os devidos limites de cada pessoa, quanto mais atividade física é feita, maior é o ganho em saúde.

“Ou seja, se eu vou à academia três vezes por semana, ou caminho cinco dias da semana, e o resto do meu dia permaneço sentado, o risco de morte por doenças ligadas ao sedentarismo aumenta exponencialmente independentemente da atividade física”, alerta Matsudo ao lembrar que este risco pode aumentar dependendo do condicionamento físico de cada um.

A ideia, segundo ela, é diminuir o tempo sentado e incluir pequenas atividades diárias, seja substituindo alguns maus hábitos (como o de deixar o carro estacionado muito próximo do destino ou de usar o elevador para subir um ou dois andares), seja criando pequenos intervalos de dez minutos a cada hora sentada.

“O importante é ter uma mudança de posição para gastar um pouco mais de energia e com isso ter um aumento de gasto energético várias vezes ao longo do dia”, indicou a médica durante a entrevista.

“No lugar de mandar um e-mail para o seu colega que está do lado, vá conversar com ele. Faça reuniões em pé. Ninguém vai ganhar a São Silvestre com estes hábitos, mas são pequenas mudanças que vão fazer diferença em termos de saúde”, sugere.

Estudantes aprendem sobre consumo sustentável plantando legumes e verduras

Os alunos de uma escola rural mineira estão aprendendo sobre sustentabilidade colocando, literalmente, a mão na massa. Eles cuidam de uma horta em uma área livre da instituição enquanto aprendem os conceitos sobre consumo.

De acordo com a uma pesquisa recente do Instituto Akatu, apenas 27% das pessoas se enquadram no perfil de consumidores conscientes ou engajados, mas somente 12% têm entendimento correto do termo sustentabilidade. Uma iniciativa para reduzir esse problema foi encontrada na Escola Alice Weiszflog, localizado no município de Camanducaia, extremo sul de Minas Gerais.

Com o apoio do Comitê de Sustentabilidade da Cia. Melhoramentos, os alunos do terceiro e quarto ano plantam alface, brócolis, berinjela e rúcula, na primeira etapa do desafio. A partir de então, passam a cultivar cenoura, beterraba e tomate. Todos os alimentos colhidos na atividade extraclasse são levados para a cantina, onde compõem o almoço dos pequenos.

“É importante esse contato com a sustentabilidade desde cedo. As crianças gostam muito da atividade, algumas aprendem os processos de cultivo, outros já trazem experiências de casa, o que transforma as idas à horta uma intensa troca de conhecimento”, afirma Simone Ferreira, diretora da escola.

Fonte: Ciclo Vivo

Você tem mau hálito?

se -1024.jpg”>

Uma das coisas mais chatas de se ter mau hálito é não perceber que está com ele. Quando a pessoa sabe, o tratamento costuma ser simples e prático. Para evitar esse tipo de situação, existem alguns testes, indicados por especialistas, que podem ser feitos para que a percepção da halitose fique mais fácil.

O fato de algumas pessoas não perceberem o mau cheiro vindo da própria boca se dá por causa da fadiga olfatória. “Pela proximidade da boca com o nariz, as células olfatórias se acostumam com o odor do mau hálito. É como se você entrasse numa residência que as paredes foram pintadas recentemente, você sente o cheiro da tinta, mas, cinco minutos depois, se acostuma e não sente mais”, explica Marcos Moura, cirurgião-dentista e presidente da Associação Brasileira de Halitose (ABHA).

Para o especialista, a melhor forma para a pessoa Parajumpers Long Bear Outlet saber se seu hálito está com alguma alteração estranha é perguntar para um amigo ou parente próximo. “Deixar de lado o constrangimento e fazer a pergunta em diversas horas do dia e em dias alternados é umas das formas mais tranqüilas de descobrir se ela tem problemas com o hálito”.

Teste o seu hálito
Se não for possível questionar alguém íntimo sobre o hálito, faça um teste sozinho. Primeiro dê uma lambida no pulso, espere por trinta segundos e cheire-o. Depois, responda sim ou não para as perguntas seguintes:

Você respira pela boca?
Fuma?
Bebe pouco líquido?
Ingere bebida alcoólica mais de duas vezes por semana?
Fica muitas horas em jejum?
Ronca?
Sente a boca seca com freqüência?
Nota uma camada esbranquiçada no fundo da língua?
Tem tártaro?
Seu intestino é preso?
Sua gengiva sangra durante a higiene oral?
As pessoas te oferecem balas ou chicletes com freqüência?
As pessoas se distanciam para falar com você?
Faz mais de seis meses que não vai ao dentista?
Faz dieta?

Se ao fim desse teste o seu pulso estiver com um cheiro ruim e você tiver respondido sim para mais de dois itens acima, é possível que você tenha problemas de mau hálito. Neste caso, o melhor a fazer é procurar um especialista para ajudar a tratar o problema.

SOS Mau Hálito

E quando o seu melhor amigo tem mau hálito e não percebe? Para quem está do outro lado do problema também existe solução. “Uma pesquisa da ABHA apontou que 99% das pessoas que apresentam mau hálito gostariam de ter sido avisadas”, diz Marcos.

Porém, se a pessoa com halitose não for tão próxima para esse tipo de conversa, a ABHA desenvolveu uma ferramenta que avisa, anonimamente, a pessoa que está com mau hálito. Basta descobrir o endereço de email ou da casa dela e entrar no site Lá você será direcionado para o site da associação, que avisará o portador do possível mau cheiro na boca, dará dicas de como saber se está com mau hálito, além de enviar uma lista dos profissionais no Brasil que são capacitados em halitose e alterações dos padrões salivares.

Fonte: Terra Saúde

Jovem de 19 anos cria tecnologia para limpar oceanos e tem aprovação de especialistas

Um ano após anunciar a criação de um sistema que promete limpar o lixo dos oceanos, o jovem holandês Boyan Slat apresenta os primeiros resultados alcançados pela tecnologia. O Ocean Cleanup é uma espécie de barreira, que aproveita as correntes oceânicas para bloquear os resíduos encontrados no mar. De acordo com os especialistas que acompanharam os testes, a tecnologia é totalmente viável e eficiente.

Para que as análises fossem feitas, um conceito do Ocean Cleanup foi desenvolvido e colocado para funcionar. No teste que mede a captura e concentração, a barreira foi capaz de coletar plásticos em até três metros de profundidade, distância em que normalmente esses resíduos são encontrados. Além disso, o sistema recolheu pouca quantidade de zooplâncton, o que segundo os cientistas, facilita o reaproveitamento e a reciclagem do plástico.

Quando foi divulgado, o projeto recebeu diversas críticas. Isso foi um dos fatores que motivou Slat e sua equipe a contarem com a ajuda de cem especialistas dispostos a analisarem a tecnologia. Os pesquisadores aprovaram e as análises resultaram em um texto com 530 páginas.

Com o embasamento científico, o próximo passo do jovem holandês, de apenas 19 anos, é testar o sistema em grande escala e começar a produção. Para isso, ele está em busca de financiamento coletivo. O alvo é conseguir dois milhões de dólares. A 90 dias do fim da campanha, o projeto já tem 16% da meta atingida.

A tecnologia pode ser de grande valia na luta contra o lixo dos oceanos. De acordo com a divulgação, ele seria capaz de remover mais de sete milhões de toneladas de plástico dos oceanos em apenas dez anos.

Veja o vídeo:

Fonte: Ciclo Vivo